quarta-feira, 30 de julho de 2014

O Primeiro Positivo


Lembro como se fosse hoje quando dei um pulo da cama as 6 da manhã e fui correndo para o banheiro para confirmar o que eu já estava sentindo. A sonolência sem fim, a azia ao beber água, os seios doloridos, os enjoos.  Eram muitos sinais.

Na caixinha do teste dizia que não precisava ser a primeira urina da manhã, mas, eu quis que estivesse bem concentrada para não deixar dúvidas!

E então eles estavam lá, os dois tracinhos. Um mais forte, o outro mais fraco. Positivo!!! Foi o grito que dei e meu marido, sem entender nada, ainda sonolento, olhou várias vezes. Olhava para caixa, olhava para o teste. E não acreditava no que estava vendo. Eu tinha certeza que estava certo. 

Depois deste, vieram os outros testes laboratoriais e só depois que ele viu o nosso pontinho, acreditou.
A partir daquele dia, tudo mudou. Uma nova mulher estava para nascer, mas antes era necessário passar por uma fase de preparação.
Foram 9 meses com ela dentro de mim e 9 meses com ela em meus braços. Choro, risos, dor, amor.

A descoberta do novo eu. Mulher, mãe, profissional e esposa. O desejo de ser a mulher maravilha e enfrentar todos os desafios que vinham pela frente como uma super heroína. Os medos, sonhos, aventuras , descobertas de uma mãe de primeira viagem.

Foram muitas pesquisas na internet, grupos de mães, conversas com amigas, médicos, pedagogos, profissionais especializados em bebês.  

Gostaria de compartilhar aqui com vocês que assim como eu vivem ou um dia desejam viver a doce alegria de ser um charme de mãe.

Bjs,
Pri